segunda-feira, 31 de agosto de 2020
Austin eleva, de ‘brBB+(sf)’ para ‘brBBB+(sf)’, o rating das 272ª e 272ª Séries de CRIs da 1ª Emissão da Fortesec – Risco Maui Residence Ltda.; perspectiva estável
A Austin Rating informa que, no dia 28 de agosto de 2020, elevou, de ‘brBB+(sf)’ para ‘brBBB+(sf)’, o rating das 272ª e 273ª Séries da 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs/Emissão) da Forte Securitizadora S/A (Fortesec/Emissora); perspectiva estável. A elevação da classificação reflete a boa performance da carteira de créditos imobiliários que lastreia a Emissão, tendo apresentado razão de sobrecolateralização mensal (Razão Fluxo Mensal/RGm) média acima de 500,0% das prestações programadas, com valor mínimo de 236,3%, mesmo já considerando a integralização da 273ª série (3.500 Pus de R$ 1,0 mil), em jan/20, completando a integralização total da Emissão (12 mil Pus de R$ 1,0 mil). Assim, em ago/20, após pagamento de juros e amortização, o saldo devedor da Emissão Global era R$ 5,4 milhões, 45,2% do valor emitido, para um prazo restante de 83 meses. Os CRIs são atualizados pelo IPCA/IBGE acrescido da taxa de juros de 12,68% ao ano. Como boa parte das amortizações derivam de quitações antecipadas de contratos (em jan/20 eram 13 dos 90 contratos, em jul/20 já eram 34 contratos quitados), a Emissão está sujeita a maiores irregularidades no comportamento da razão mensal de saldo devedor (Razão Saldo Mensal/RGSD), a qual em 06 período mensais ficou abaixo do limiar de 130,0%. Em jul/20, esta razão estava em 147,2%. A carteira nesse período apresentava 22 unidades em estoque, avaliadas em R$ 10,0 milhões. Os CRIs são lastreados em Cédulas de Crédito Imobiliário (CCIs), representativas de contratos de compra e venda de loteamentos residenciais (Contratos Imobiliários) firmados entre a Maui Residence Ltda. (Cedente/Coobrigada/Maui Residence) e os promitentes adquirentes (Devedores).