sexta-feira, 28 de agosto de 2020
Austin afirma os ratings ‘brBBB(sf)’ e ‘brB(sf)’, respectivamente, das Cotas Seniores (1ª Série) e Subordinadas Mezanino (1ª Série) do Ecoagro Insumos FIDC NP; perspectiva estável
A Austin Rating informa que, no dia 26 de agosto de 2020, afirmou os ratings ‘brBBB(sf)’ da 1ª Série de Cotas Seniores e ‘brB(sf) da 1ª Série de Cotas Subordinadas Mezanino do Ecoagro Insumos Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Não Padronizado (Ecoagro Insumos FIDC NP / Fundo). As classificações possuem perspectiva estável. Ao final de jun/20, o Fundo mantinha R$ 15,1 milhões em Cotas Seniores, R$ 12,1 milhões em Cotas Subordinadas Mezanino e R$ 3,7 milhões em Cotas Subordinadas Júnior, perfazendo PL total de R$ 30,9 milhões, ante R$ 29,0 milhões ao final de mar/20. No atual trimestre ocorreu a entrada de R$ 1,2 milhão em Cotas Subordinadas Júnior, além da saída de R$ 1,5 milhão, sendo R$ 761,5 mil em Cotas Subordinadas Júnior e R$ 759,8 mil em Cotas Seniores. Nos últimos dois trimestres, o Ecoagro Insumos FIDC NP tem apresentado elevada participação em Direitos Creditórios, com média de 86,1% do PL no 2T20 e de 90,2% no 1T20, de modo que encerrou jun/20 com 85,6%. Dessa forma, a participação do Fundo alocada em ativos de liquidez tem sido limitada, com média de 8,9% do PL em títulos públicos e fundos de renda fixa no atual trimestre e de 7,3% no trimestre anterior. A despeito da participação mínima de Cotas Subordinadas de 50,0% do PL, sendo 40,0% em Cotas Subordinadas Mezanino e 10,0% do PL em Cotas Subordinadas Júnior, o Fundo, em seu reduzido histórico, tem apresentado desenquadramento quanto à participação de Cotas Subordinadas Mezanino, pois entre set/19 e jun/20, em todos os meses o percentual foi inferior ao mínimo, ainda que muito próximo do limite mínimo. Já as Cotas Subordinadas Júnior, após também incorrerem em desenquadramento até mar/20, após esse período, com a integralização, passou ao enquadramento a partir de mai/20. A Austin Rating destaca o atual cenário econômico e político em decorrência da pandemia de COVID-19, assim definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em mar/20. A despeito da evolução do cenário, com moderada retomada das atividades econômicas, essa agência continua atenta, sobretudo, à conjuntura econômica e seus possíveis impactos no Ecoagro Insumos FIDC e em sua forma de atuação, notadamente com revendas de fertilizantes e insumos agropecuários. Contudo, o impacto sobre a carteira do Fundo tende a ser suavizado pela dinâmica apresentada no segmento do agronegócio, que tem se mantido resiliente diante da forte retração da atividade econômica apresentada a partir de mar/20, condição fortalecida pelo perfil dos produtos comercializados, commodities agrícolas essenciais às indústrias de alimentos e insumos primários para importantes cadeias de suprimento.