quarta-feira, 8 de julho de 2020
Austin afirma os ratings dos CRIs da 145ª à 155ª Série da 1ª emissão de CRIs da Fortesec, com lastro em créditos cedidos por SPEs do Grupo THCM; a perspectiva foi alterada de estável para negativa
A Austin Rating informa que, no dia 02 de julho, afirmou os ratings de crédito ‘brAA(sf)’ da Série Sênior (145ª Série), ‘brA+(sf)’ das Séries Mezanino Seniores (146ª e 147ª Séries), ‘brBBB+(sf)’ da Série Mezanino Subordinada (148ª Série) e ‘brBBB-(sf)’ das Séries Subordinadas (149ª a 155ª Séries) da 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs/ Emissão) da Forte Securitizadora S/A (Fortesec/ Emissora/ Estruturador. Na mesma oportunidade, essas classificações tiveram, entretanto, sua perspectiva alterada de estável para negativa. A alteração da perspectiva se deu em razão da piora do cenário econômico a partir da COVID-19 e seus possíveis efeitos sobre a qualidade da carteira de créditos que serve de lastro para a Emissão, vindo de encontro com a constatação de desenquadramento do percentual mínimo de cobertura para os CRIs das Séries Subordinadas nos últimos 2 meses até mai/20. Destaque-se, apesar disso, que a Emissão apresenta estrutura de subordinação, o que se reproduz em índices de cobertura atuais e projetados elevados para as demais séries. Tal aspecto garante níveis de proteção, sobretudo para a Série Sênior, bastante significativos ante os efeitos esperados para a carteira – interrupções de pagamentos, renegociações e distratos, especialmente -, que, a propósito, tendem a ser menos intensos, em virtude desta estar distribuída em três empreendimentos já entregues - ou seja, com TVO já emitido - e apresentar, entre outros fatores, boa pulverização em compradores e Loan-toValue (LTV) médio ponderado já em torno de 60,0%. A Emissão foi realizada em mar/18 pelo principal total de R$ 21,7 milhões, sendo R$ 4,9 milhões relativos à Série Sênior, R$ 1,9 milhões relativos às Séries Mezanino Seniores, R$ 5,0 milhões relativos à Série Mezanino Subordinada e R$10,0 milhões relativos às Séries Subordinadas. O prazo remanescente da Emissão é de 74 meses, com vencimento final previsto para ago/26. Os CRIs são atualizados pelo IPCA/IBGE, acrescido da remuneração correspondente a 10,68% para os CRIs Seniores, 12,68% para os CRIs Mezanino Seniores, 14,68% para os CRIs Mezanino Subordinados e 11,50% para os CRIs Subordinados. O saldo devedor global atualizado em mai/20 era de R$ 16,3 milhões. Os CRIs estão lastreados em 763 Cédulas de Crédito Imobiliário (CCIs/ Créditos Imobiliários) representativas de Contratos de Venda e Compra (Contratos Imobiliários/ Créditos Lastro) firmados por pessoas físicas e jurídicas (Devedores/ Mutuários) para a aquisição de unidades (Lotes) dos loteamentos Jardim Treviso, Terrazul BA e Terrazul SM (Empreendimentos) desenvolvidos, respectivamente, pela TCT Empreendimentos Imobiliários SPE S/A (Primeira Cedente), TCT2 Empreendimento Imobiliários SPE S/A (Segunda Cedente) e TCB Empreendimentos Imobiliários SPE Ltda. (Terceira Cedente). As SPEs são controladas pelo Grupo THCM.