sexta-feira, 19 de junho de 2020
Austin atribui rating ‘brBBB(sf)’ para as Cotas do FIC FIDC FARM M I; perspectiva estável
A Austin Rating informa que, no dia 16 de junho de 2020, atribuiu o rating de crédito ‘brBBB(sf)’, com perspectiva estável, para as Cotas de Classe Única (Cotas) do FARM M I Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FARM M I FIC FIDC / Fundo). Em 06 de dezembro de 2019, essa agência havia indicado a classificação preliminar ‘brBBB(sf)(p)’ às Cotas, baseando-se, entre outras informações, em versões ainda passíveis de registro dos regulamentos do FARM M I FIC FIDC e do Corteva Agriscience Fundo de Investimento em Direitos Creditórios I – FIDC (Corteva FIDC / Fundo Investido), ambos pré-operacionais naquela oportunidade. A opinião preliminar baseou-se, ainda, na análise de minuta de “Acordo Operacional e outras avenças” (Acordo Operacional) que ainda seria celebrado entre as Originadoras e aquele FIDC, em estudo de carteira dessas empresas e em informações públicas, sobretudo financeiras e operacionais da norte-americana Corteva, Inc. (Corteva Agriscience), cujo risco está vinculado à transação. A atribuição de igual rating ocorreu, desse modo, em razão da confirmação dos principais aspectos considerados na ocasião da indicação do rating preliminar, notadamente as aderências dos regulamentos e do Acordo Operacional vigentes às minutas anteriormente avaliadas e das características e desempenho das carteiras desses fundos em seus primeiros meses de atividades ao que fora apresentado inicialmente pela Farm Investimentos e Gestão de Recursos Ltda. (Farm Investimentos / Gestora). Adicionalmente, a confirmação do rating pautou-se nas expectativas de efeitos mais contidos das medidas de combate à disseminação da COVID-19 para as regiões agrícolas e para o agronegócio brasileiro como um todo e de preservação da qualidade de crédito da Corteva Agriscience e de suas controladas e das demais contrapartes dos fundos em níveis condizentes com categorias de rating superiores ao ‘brBBB’, mesmo ante a provável deterioração dos fundamentos dessas entidades no cenário de crise provocado pela pandemia. O FARM M I FIC FIDC investe, no mínimo, 95,0% de seu PL em Cotas Subordinadas Mezanino (Cotas Investidas) do Corteva FIDC, um condomínio fechado cujo investimento preponderante se dá em Cédulas de Produto Rural Financeiras (CPR-Fs) e Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCAs) originados pelas empresas Dow Agroscience Industrial Ltda. e DuPont do Brasil S/A (Originadoras), que são representantes brasileiras da Corteva Agriscience.