quarta-feira, 18 de março de 2020
Austin atribui o rating ‘brA(sf)’ para as Cotas Subordinadas Júnior do Tapso FIDC
A Austin Rating informa que, no dia 12 de março de 2020, atribuiu o rating de crédito ‘brA(sf)’ para as Cotas Subordinadas Júnior do Tapso Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (Tapso FIDC / Fundo). A classificação possui perspectiva estável. O rating ‘brA(sf)’ traduz um baixo risco, comparativamente a outros emissores e emissões nacionais (Brasil), de que o Tapso FIDC não devolva aos detentores de Cotas Subordinadas Júnior, na data de resgate, o valor correspondente ao principal investido, corrigido pela Taxa DI, índice que, na ausência de remuneração alvo para essa classe de cotas, está sendo utilizado como referencial pela Austin Rating. Esta classificação pressupõe a preservação da estrutura de capital atualmente mantida pelo do Fundo, sendo sensível, portanto, aos volumes de eventuais emissões de cotas das classes Sênior e Subordinada Mezanino, que têm prioridade em relação às Cotas Subordinadas Júnior. Constituído em outubro de 2016, sob a forma de condomínio fechado e com prazo de duração indeterminado, o Tapso FIDC investe preponderantemente em Direitos Creditórios oriundos de transações efetuadas por usuários de cartão de crédito (usuários finais), no âmbito dos arranjos de pagamento, por compras de bens, produtos e serviços realizadas nos estabelecimentos comerciais (lojas físicas e plataformas online) credenciados à Stone Pagamentos S/A (Stone Pagamentos) e suas controladas diretas. Os créditos adquiridos pelo Fundo referem-se, desse modo, aos pagamentos devidos por essas empresas (Devedoras) aos estabelecimentos comerciais credenciados (Cedentes), líquidos de taxas aplicáveis subsequentes do arranjo. Não há coobrigação das Cedentes nas cessões realizadas ao Fundo, e as devoluções (chargeback) são integralmente cobertas pelas Devedoras. O risco de crédito principal da transação recai, assim, apenas sobre as Devedoras. Ao final de jan/20, o Tapso FIDC possuía um PL de R$ 5.411 mil, com as Cotas Subordinadas Júnior correspondendo a 99,6% desse total.