segunda-feira, 27 de novembro de 2017
Austin rebaixa e coloca em observação negativa os ratings das Cotas Seniores e das Cotas Subordinadas Mezanino do FIC FIDC Brazil Plus
A Austin Rating rebaixou, nesta data, os ratings das Cotas Seniores e das Cotas Subordinadas Mezanino do Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios – Brazil Plus (FIC FIDC Brazil Plus/ FIC FIDC). A classificação das Cotas Seniores foi rebaixada de ‘brBBB(sf)’ para ‘brBB-(sf)’, enquanto o rating das Cotas Subordinadas Mezanino foi rebaixado de ‘brBB(sf)’ para ‘brB-(sf)’. Na mesma ocasião, o Comitê também colocou os ratings em observação negativa, o que indica a possibilidade de um novo rebaixamento no curto prazo. O rebaixamento das classificações das Cotas Seniores e das Cotas Subordinadas Mezanino do FIC FIDC Brazil Plus reflete o alinhamento dessas aos ratings atribuídos nesta mesma data pela Austin Rating para as Cotas das Classes Seniores (rating brBB-(sf)) e Cotas Subordinadas Mezanino (rating brB-(sf)) do FIDC Invest Dunas, dado que, atualmente, o FIC FIDC investe todo o seu Patrimônio Líquido (PL) em Cotas daquele FIDC e com contrapartida entre as classes de Cotas, determinando, assim, a correlação direta do risco do Fundo com o risco do FIDC investido. Os ratings das Cotas Seniores e das Cotas Subordinadas Mezanino do FIDC Invest Dunas foram rebaixados em decorrência da alteração do perfil da carteira de Direitos Creditórios do Fundo, sobretudo durante o 3º trimestre de 2017 e nos meses mais recentes (período compreendido entre os meses de julho até a última data disponível, 22 de novembro de 2017). No período, o FIDC investido apresentou elevação no volume de atrasos, prazo médio, volume de cheques e pedidos de resgates. Em complemento, há a possibilidade de risco de liquidez para o FIDC investido, assim como para o FIC FIDC Brazil Plus, tendo em vista as alterações promovidas pela Resolução do Banco Central sob nº 4.604, de 19 de outubro de 2017, que altera a Resolução nº 3.922, de 25 de novembro de 2010. A observação negativa sobre as Cotas Seniores e Cotas Subordinadas Mezanino do FIC FIDC Brazil Plus encontra fundamento na possibilidade de liquidação antecipada do FIDC, ou ainda, de um expressivo volume de resgates de Cotas, tendo em vista o Fato Relevante publicado pela Administradora Fundo no dia 13 de novembro de 2017, com convocação de Assembleia de Cotistas, além dos mencionados anteriormente, que resultarão em impactos diretos na liquidez do FIDC e, consequentemente, do FIC FIDC. A Austin Rating continuará observando o desempenho do FIC e os impactos sobre as classificações das Cotas a partir das decisões deliberadas na referida AGC.