quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017
Austin afirma o rating ‘brA-’ da emissão de Debêntures da Haztec
A Austin Rating informa que, em 18 de janeiro de 2017, afirmou o rating de crédito de longo prazo ‘brA-’, perspectiva estável, para a 1ª Emissão de Debêntures da Haztec Tecnologia e Planejamento Ambiental S/A (Haztec). A Haztec é uma holding operacional de capital 100,0% nacional, fundada em 1999 no Rio de Janeiro, Capital. A companhia é controlada pela Haztec Investimentos e Participações S/A e atua nas seguintes áreas de negócios: (i) Tratamento e Destinação de Resíduos Perigosos e Não Perigosos; (ii) Engenharia Ambiental e Florestal; e (iii) Valorização de Resíduos (Waste to Energy, Reciclagem e Geração de Energia a partir do Biogás). As principais controladas e coligadas da Haztec são a Central de Tratamento de Resíduos de Alcântara S/A, a Central de Tratamento de Resíduos de Nova Iguaçu S/A, Centro de Tratamento de Resíduos de Barra Mansa S/A, ECOPESA Ambiental S/A, Central de Tratamento de Resíduos João Pessoa e ETR Jardim Gramacho S/A. A Haztec Investimentos e Participações S/A tem seu controle societário dividido entre a Inovatec Participações S/A, com 59,3% de participação, dois fundos geridos pela Mantiq Investimentos com 23,6%; um fundo proprietário do Bradesco BBI, com 9,1%; e outros acionistas, com os 8,1% restantes das ações. As debêntures foram emitidas em 15 de abril de 2011 e tiveram valor nominal de R$ 245.000.000,00. No entanto, após amortização extraordinária em 16 de outubro de 2013, pagamentos realizados até 1º de outubro de 2014 e repactuação em 16 de dezembro de 2014, seu saldo devedor era de R$ 100.330.861,33 na data. Atualmente, seu saldo é de aproximadamente R$ 75.250.000,00. A operação refere-se à emissão de 24.500 debêntures simples, em série única, não conversíveis em ações, e com garantia real e flutuante. A amortização ocorrerá em parcelas mensais até 15 de abril de 2023 (prazo total de 12 anos). Os recursos captados com a emissão foram utilizados no desenvolvimento de projetos de saneamento ambiental, limitados a 90,0% do CAPEX de cada projeto e valores descritos na escritura das debêntures.